Postado em 15/12/2020
Novo estudo mostra que a astaxantina pode melhorar a saúde cardíaca e o desempenho nos exercícios
Novo estudo mostra que a astaxantina pode melhorar a saúde cardíaca e o desempenho nos exercícios

A astaxantina é um poderoso antioxidante, ele que dá a cor rosa ao salmão. Ele é muito utilizado para a saúde da pele, pois a sua ingestão pode ajudar a controlar o estresse oxidativo no corpo, que contribui para vários problemas de pele, como rugas, perda de colágeno e diminuição da umidade. E o efeito de combate aos radicais livres da astaxantina é até 1.000 vezes maior do que de outros antioxidantes, ela é conhecida como “Rei dos Carotenóides” por muitos especialistas em saúde. 

Mas há outra razão pela qual a astaxantina está na lista de antioxidantes: um novo estudo sobre a suplementação de astaxantina descobriu que ele combate o estresse oxidativo, mas essa supressão também beneficia a saúde cardiovascular e o desempenho nos exercícios. 

O que eles encontraram. 

O estresse oxidativo está associado a problemas de saúde cardiovascular. Como a praticante de medicina funcional Christine Maren, DO, explicou anteriormente: “Simplificando, o estresse oxidativo é como a ferrugem em nosso corpo formada pela oxidação e acelera o envelhecimento e as doenças .”

Em alta quantidade, os radicais livres podem afetar mais do que apenas o envelhecimento da pele. Essa inflamação crônica pode danificar as proteínas e o DNA do seu corpo, que podem levar a diversas doenças ao longo do tempo, incluindo problemas cardíacos. Um estudo de 2018 identifica o estresse oxidativo como um fator importante no desenvolvimento e progressão da insuficiência cardíaca.

Durante este estudo piloto, 16 pacientes com diagnóstico de insuficiência cardíaca foram suplementados com 12 miligramas de astaxantina ao longo de três meses. Depois de alguns meses, os pesquisadores mediram os marcadores de estresse oxidativo em seu sangue, bem como a distância que conseguiam andar por seis minutos. E como resultado os marcadores de estresse oxidativo foram controlados de forma significativa, associados ao desempenho cardíaco suportado. Além do mais, os pesquisadores descobriram também uma maior tolerância ao exercício (ou seja, eles foram capazes de andar mais longe naqueles seis minutos). 

O que tudo isso significa? 

Sabemos que os antioxidantes combatem os radicais livres, mas este estudo mostra como eles podem trazer benefícios para outras questões específicas de saúde. A astaxantina pode ter alguns efeitos bastante promissores no sistema cardiovascular, e para aqueles que buscam melhorar seu desempenho atlético. Adicionar astaxantina à sua rotina pré-treino trará diversos benefícios no seu rendimento e pode aumentar a resistência nos treinos.

 

Referências: https://www.mindbodygreen.com/articles/antioxidant-astaxanthin-found-to-support-cardiovascular-health-study-shows