Postado em 15/12/2020
Probióticos durante a gestação: são seguros?
Probióticos durante a gestação: são seguros?

As mudanças corporais e hormonais que ocorrem durante a gravidez podem às vezes levar a problemas como prisão de ventre e irritações na pele. Embora os probióticos tenham demonstrado melhorar a digestão e controlar irritações de pele, como acne e inflamação, muitas mulheres se perguntam se eles são seguros para tomá-los durante a gravidez. 

Tomar probióticos durante a gravidez geralmente é seguro. Como acontece com qualquer medicamento ou suplemento, você deve sempre consultar seu médico antes de iniciá-los.

É seguro tomar probióticos durante a gravidez?

É difícil realizar estudos grandes e abrangentes em mulheres grávidas, pois pode colocar a mãe ou o feto em risco, diz a médica obstetra/ginecologista Suzanne Gilberg-Lenz. No entanto, tiveram vários pequenos estudos sobre os efeitos dos probióticos durante a gravidez. 

Com base nesses estudos, não há evidências de danos em tomar probióticos durante a gravidez. Na verdade, Gilberg-Lenz diz que alguns estudos até mostram benefícios potenciais. 

Há algum benefício em tomar probióticos durante a gravidez?

Para mulheres que tem constipação durante a gravidez ou antes, os probióticos podem ser benéficos. Uma revisão de pesquisa descobriu que os suplementos probióticos podem alterar a flora do cólon, e muitas pacientes grávidas notam uma melhora na função intestinal como resultado.

Para ter um intestino saudável e uma boa digestão durante a gravidez, o gastroenterologista Marvin Singh, MD, recomenda tomar um suplemento probiótico que contenha muitas espécies de lactobacilos e bifidobactérias. “É importante cuidar do microbioma intestinal, especialmente em um momento em que pode haver uma grande quantidade de mudanças”, explica ele. Além de um suplemento, Singh também sugere comer alimentos ricos em probióticos para ter todos os benefícios nutricionais e intestinais.

Para mulheres com problemas de pele, como eczema e alergias, tomar probióticos durante a gravidez pode ajudar a controlar ou reduzir esses sintomas na criança, de acordo com um estudo publicado pela Organização Mundial de Saúde. Alguns estudos mostram uma prevenção eficaz de problemas alérgicos para os bebês, enquanto outros não têm efeito, o que significa que é necessário ter mais pesquisas para tirar conclusões definitivas.

Além disso, Gilberg-Lenz diz que as mulheres não devem confiar em probióticos para prevenir complicações no parto ou no desenvolvimento fetal.

Resultado final. 

Para mulheres que já estão usando probióticos antes da gestação, é seguro continuar utilizando durante a gravidez. Os probióticos podem oferecer benefícios para mulheres grávidas, mas ainda existem poucas pesquisas quanto aos efeitos definitivos. De modo geral, nenhum estudo significativo sugere que eles são prejudiciais, diz Minkin, mas “como sempre, é melhor que as mulheres verifiquem as opiniões de seus obstetras”.

Referências: https://www.mindbodygreen.com/articles/can-you-take-probiotics-while-pregnant